06 junho 2013

Comuquié a Corrente Russa?

"Não é feitiçaria é tecnologia!" rsrsrsrsrsrsrsrsrs...

Vocês lembram desse comercial da Feiticeira?


"Você vai ter um corpo de enfeitiçar e sem nenhum castigo!" RSRSRSRSRSRSRRS...
Sim, sim, Feitiçeira é isso que eu quero e por isso resolví fazer corrente russa!

Claro que na vida real não é que nem no comercial e você não vê a sua bunda contraindo daquele jeito. Até porque, para isso acontecer você tem que colocar o aparelho numa potência muito alta e as esteticistas disseram que isso não é recomendável porque pode causar fadiga muscular.

Mas chega de bla bla bla e vamos ao que interessa... Comuquié a Corrente Russa!

Basicamente você vai ficar deitada com uns eletrodos (besuntados de gelzinho) que dão choquinhos.
A sensação que os choquinhos vão provocar vai depender da potência que você escolher.

Se colocar uma potência mais fraquinha vai parecer que tem um celular vibrando sobre a sua pele, dá até pra dormir!  Conforme você vai aumentando a potência, a sensação lembra a de um formigamento, que pode ser mais ou menos intenso. Claro que se você colocar a potência no último grau o seu músculo vai pular mais que peão de rodeio, mesmo!

Fotinho constrangedora para exemplificar o procedimento.
Na minha opinião, a corrente russa dói bem menos que o manthus, tanto que eu até dormia durante as sessões, mas acho que vai de cada um, né?

Quem se interessou e quiser saber mais sobre corrente russa, seguem alguns links bacanas:
1 - http://www.youtube.com/watch?v=Ld7T6Gp4b20
2 - http://www.tuasaude.com/corrente-russa/
3 - http://marciasymanowicz.com.br/site/blog/o-que-e-corrente-russa/

BjoOoO

Fotos: Acervo pessoal e vídeo da internet. Isso não é um publieditorial!

Meu nome é Carol Böck e tenho 26 anos! Trabalho como editora de fotografia e, como toda mulher, adoooooro uma liquidação, um descontinho, um precinho bacana e um babado! Por isso, resolvi criar esse blog, para dar algumas diquinhas mara dos baphos que eu vou encontrando por aí! =P

Nenhum comentário:

Postar um comentário